Make your own free website on Tripod.com

CRÉDITO DIRETO AO CONSUMIDOR (CDC)

            São financiamentos concedidos pelos Bancos, ou pelas chamadas Financeiras, a pessoas físicas ou jurídicas, para aquisição de bens ou serviços. A quitação do financiamento é feita normalmente em prestações mensais, iguais e sucessivas. Além de juros, é cobrado IOF de 0,5% ao mês (limitado a um total de 6%) para pessoas físicas e 1% ao mês (até o limite de 12%) para pessoas jurídicas.

Sua contratação é simples e rápida, bastando que você escolha o bem de sua necessidade. O CDC é uma alternativa de financiamento de veículos leves e pesados, máquinas e equipamentos médicos e odontológicos, equipamentos de informática, serviços diversos, entre outros. Os prazos variam entre 1 e 48 meses, de acordo com o bem financiado.

As taxas para o CDC são muito convidativas e realmente diferenciadas no mercado. Confira!

Seja qual for o seu projeto de vida ou necessidade, o CDC é uma boa opção para concretizá-lo.

Geralmente são apresentadas as seguintes condições:

Prazos
De 1 a 48 meses, dependendo do bem financiado.

Entrada Mínima (sob consulta)
Varia em função do prazo da operação e do tipo de bem ou serviço escolhido.

Tributação
IOF: Imposto sobre operações de crédito, câmbio e seguro ou relativos a títulos e valores imobiliários.

Importante:
para os contratos de CDC, o seguro é obrigatório.

 

EXEMPLO 1

1.             O Sr. Geraldo obtém um financiamento no valor de $ 1.600,00 para ser liquidado em cinco prestações mensais iguais. Sabendo-se que o Banco cobra uma taxa de juros de 9% ao mês mais IOF de 0,5% ao mês , calcular o valor das prestações e o valor líquido recebido pelo Sr. Geraldo.

Solução

a.                Valor das prestações

É obtido através da fórmula básica:

b.                Valor líquido recebido pelo Sr. Geraldo

·         Valor do IOF = 0,005 x 5 x 1.600,00 = 40,00

·         Valor líquido = 1.600,00 – 40,00 = 1.560,00

 

2.                   Admitindo-se, no caso do primeiro exemplo, que o Sr. Geraldo tivesse recebido $ 1.600,00 líquido, isto é, já deduzido o IOF, calcular o valor  efetivamente financiado, o valor do IOF e o valor das prestações.

Solução

a.                Cálculo do valor efetivamente financiado

Podemos resolver esse problema a partir da seguinte equação:

 

1.600,00 = P – 0,005 x 5 x P = P (1 – 0,025) = P x 0,975

           

            P = (1600,00/0,975) = 1.641,03

            Assim, para se obter o valor financiado a partir do valor líquido recebido, basta fazer como segue:

           

            em que n representa o prazo em número de meses, limitado a 12, visto que a alíquota máxima do IOC é de 0,06 ou 6%.

 

b.                Valor do IOF

IOF = 1.641,03 – 1.600,00 = 41,03    ou

IOF = 0,005 x 5 x 1.641,03 = 41,03

 

c.                Valor das prestações

 

            As operações de Crédito Direto ao Consumidor, com encargos pós-fixados, são normalmente realizadas por prazos mais longos que aquelas com encargos pré-fixados, podendo chegar a 36 meses. Atualmente, o indexador mais utilizado para correção das prestações é a TR. O plano de pagamento mais comum é o de prestações iguais, mensais s sucessivas. As taxas de juros variam dentro de um intervalo muito amplo, oscilando entre 1% e 8% ao mês. O IOF é de 0,5% ao mês,calculado de forma idêntica ao mostrado acima no caso do CDC pré-fixado.

EXEMPLO 2

2.             O  Sr. Ricardo comprou um veículo no valor $ 53.500,00. Deu uma entrada correspondente a 20% desse valor e o restante foi financiado para pagamento em 15 prestações mensais iguais. O Banco que está financiando essa operação cobra juros de 3,8% ao mês, mais IOF. Considerando que do valor recebido pelo Sr. Ricardo já está deduzido o IOF, que a TR da data do contrato é de 2,81% e a do dia do vencimento da prestação no mês seguinte de 2,73%, calcular o valor efetivamente financiado pelo Banco e os valores das duas primeiras prestações pagos nos respectivos vencimentos.

Solução

a.                Valor efetivamente financiado (contém o IOF)

Valor líquido recebido = valor do veículo – entrada

Valor da entrada = 20% x 53.500,00 = 10.700,00

Valor líquido = 53.500,00 – 10.700,00 = 42.800,00

      Como vimos acima, o valor financiado pode ser facilmente determinado a partir do valor líquido, como segue:

 

em que a expressão “ 0,05 x n” corresponde à alíquota do IOF referente à operação. E como o n está limitado a 12 meses, a alíquota do IOF para prazos iguais ou superiores a 12 meses é sempre de 6%. Portanto, tem-se que:

 

 

b.                Valor do IOF

IOF = 45.531,91 – 42.800,00 = 2.731,91    ou

IOF = 6% x 45.531,91 = 2.731,91

 

c.    Valor das prestações mensais

 

           

 

d.                Valor das duas primeiras prestações nos respectivos vencimentos (corrigidos pela TR)

Para se obter o valor a ser pago no vencimento, basta corrigir o valor da primeira prestação pela TR do dia do contrato e as demais pela TR correspondentes ao dia do vencimento da prestação imediatamente anterior. Assim, no caso do nosso exemplo, temos:

      Primeira prestação = 4.038,13 x 1,0281 = 4.151,60

      Segunda prestação  = 4.151,60 x 1,0273 = 4.264,94