Make your own free website on Tripod.com

LTNs e LFTs


Por Julio Brant
Repórter, InvestShop.com

Leia a série completa do "Entenda o Famoso"

Como toda grande empresa que precisa se financiar, o Governo Federal emite títulos para captar recursos no mercado. Os dois principais títulos são chamados de Letras do Tesouro Nacional (LTN) e Letras Financeiras do Tesouro (LFT).

As LTN são papéis de perfil prefixados, ou seja, tem pré-estabelecida a taxa de juro que será paga ao vencimento; e as LFT têm perfil pós-fixados, corrigidos pela taxa Selic (indicador da taxa de juros básica da economia).

Esses títulos são leiloados toda semana pelo Governo e, segundo analistas, são  opções atrativas para as instituições financeiras. As LTN e TFT são emitidas apenas para captações feitas no mercado interno.

Veja como funciona esse sistema: o Governo precisa de capital para honrar suas dívidas tanto de longo, como de curto prazo. Só que não é capaz de gerar receita suficiente para honrar todos esses compromissos. Então, vai ao mercado e faz uma oferta de títulos com taxas pós ou prefixadas.

As instituições financeiras interessadas compram esses títulos, emprestando dinheiro ao Governo para que honre suas dívidas. Depois, colocam os papéis nas carteiras dos fundos de investimento.

As LTNs e LFTs têm prazo preestabelecido de vencimento, em geral de 180 ou 360 dias. No entanto, com a queda constante de juros e a melhora no cenário interno, o Governo vem tentando alongar mais os prazos de vencimento, o que todos chamam de “mudança do perfil da dívida interna”.

De acordo com analistas consultados pelo InvestShop.com, há uma tendência no curto prazo de que o Tesouro lance títulos de até dois anos. No entanto, a dívida do governo ainda tem um perfil de curtíssimo prazo.

Para o Governo, o mais interessante no atual momento é leiloar papéis prefixados. Isso porque o título prefixado oferece menos riscos quanto à variação da taxa de juros. Já para o mercado, é interessante também pois há tendência de queda maior de juros, o que proporciona maior ganho para os compradores desses papéis.

Entenda o que significa cada sigla:


LTN: Sigla para Letras do Tesouro Nacional. Título de dívida prefixado usado pelo Tesouro como instrumento de captação de recursos.


LFT: Sigla para Letras Financeiras do Tesouro. Trata-se de uma modalidade de empréstimo do Governo brasileiro, na qual ele lança LFTs no mercado para captar recursos. As instituições financeiras interessadas compram essas LFTs (portanto cedendo dinheiro ao Governo) e as resgatam no período e valores previamente combinados. Estes papéis são pós-fixados, rendendo a taxa acumulada no mercado Selic.