Make your own free website on Tripod.com

LETRAS DE CÂMBIO

            São títulos emitidos pelas chamadas “Financeiras”, as Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento, para captação de recursos destinados ao financiamento de bens e serviços, para pessoas físicas ou jurídicas, operação conhecida no mercado por “crédito direto ao consumidor” (CDC). Os prazos de emissão são idênticos aos CDB e RDB. Com a intensificação do processo de transformação de Financeiras em Bancos Múltiplos, o volume de emissão de Letras de Câmbio tem se reduzido muito nos últimos anos. A tendência natural é a sua extinção ao médio prazo.

 

EXEMPLO

1.                   Uma pessoa aplica R$ 3.800,00 em LC (Letra de Câmbio) e resgata um valor líquido (já descontado o Imposto de Renda) de R$ 3.870,84 no final de 35 dias. Calcular o valor de resgate e a taxa anual bruta de juros paga  pelo Banco nessa aplicação.

Solução

Renda Líquida = Valor resgatado líquido – valor aplicado = 3.870,84 – 3.800,00 = 70,84

Como a Renda Líquida = Renda Bruta – IR , temos

70,84 = Renda Bruta – 0,15 x Renda Bruta = 0,85 x Renda Bruta

Renda Bruta = (70,84)/0,85 = 83,34.

      Conhecidos o principal e o rendimento bruto, obtém-se facilmente o valor de resgate e a taxa bruta anual, assim

Valor Resgate = valor aplicado + renda bruta = 3.800,00 + 83,34 = 3.883,34

 

Taxa bruta anual =  = = 0,25  ou 25%